DEPALTRAN

Projeto Trânsito Cidadão- Celular: Nunca atenda essa chamada

07/10/2019 | | Assessoria de Comunicação


Uma das cenas mais comuns para quem está acostumado a encarar o trânsito diariamente é olhar para os lados e ver motoristas utilizando os celulares com a maior naturalidade enquanto dirigem seus carros. Além de ilegal, o ato é extremamente perigoso. Segundo dados da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), essa atitude é a terceira maior causa de mortes no trânsito no País, vitimando cerca de 150 motoristas por dia e 54 mil anualmente.


A explicação está na falta de atenção que o uso do aparelho celular enquanto dirige causa nas pessoas, independentemente do aplicativo escolhido pelo condutor do carro.
O uso atual dos smartphones não está restrito somente a fazer ou receber ligações. Muitos motoristas são flagrados navegando pelas redes sociais ou respondendo a mensagens de WhatsApp enquanto dirigem.


O Detran informa que qualquer que seja a motivação, o uso do celular deveria ser evitado, pois aumenta em cerca de 400% as chances de o motorista se envolver em acidentes de trânsito. Para se ter uma ideia da gravidade da questão, esse percentual elevado é comparável ao perigo de dirigir sob o efeito de álcool.
Um estudo realizado pelo Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária) revelou que alguns motoristas chegam a ficar entre 4 e 5 segundos sem prestar atenção na via enquanto manuseiam o celular.


Isso equivale, segundo o estudo, a percorrer uma distância de 12 carros populares enfileirados com os olhos completamente fechados — se o condutor estiver trafegando a uma velocidade de 80 km/h.


Responder a uma mensagem no WhatsApp é ainda mais perigoso. Estima-se que o tempo gasto para tal pode variar entre 12 e 23 segundos, o que equivaleria a percorrer uma distância de um campo de futebol com os olhos vendados ou fechados.


Conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é proibido qualquer tipo de manuseio do celular durante a condução do veículo. Ou seja, é proibido fazer ligações, digitar ou conferir mensagens. Essas condutas são vedadas em todos os momentos em que o veículo estiver ligado, mesmo parado no engarrafamento ou no semáforo.
No caso de o motorista segurar ou manuseando o celular, a infração é gravíssima, com multa de R$ 293,47.


O motorista pode utilizar o GPS ou o celular na função GPS, mas seguindo algumas regras estabelecidas pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito) como: o GPS ou celular deve estar afixado com um suporte no para brisa ou no painel do veículo. De forma alguma você deve dirigir com o aparelho na mão ou no banco do carro.
Seja você motorista, motociclista, ciclista ou pedestre, preste atenção nestes dados:


• Você gasta de 8 a 9 segundos para atender uma chamada telefônica, entre ouvir a chamada, localizar o celular, pegar, desbloquear e atender;
• Quando você manuseia o celular, utiliza apenas um braço para conduzir o veículo. Assim, você terá imensa dificuldade para desviar de pedestres e outros veículos;
• Dispositivos de viva-voz diminuem seu tempo de reação diante de obstáculos. Dividir a atenção entre dois assuntos (celular e direção) dimuniu sua concentração no trânsito;
• A desatenção de quem fala ao celular enquanto dirige pode ser comparada aos efeitos em motoristas que dirigem alcoolizados;
• Pedestres que atravessam a rua de olho no celular também caminham metros "às escuras", sem prestar atenção no semáforo e no trânsito;

Em Palmas, o manuseio do telefone celular enquanto dirige é um dos vilões do nosso trânsito, sendo uma das infrações mais constatadas pelos fiscais de trânsito. Diante disso, o Departamento Municipal de Trânsito orienta aos condutores de Palmas que passem, cada vez mais, a adotar as medidas de segurança necessárias, dentre elas, ABSTENHA-SE DO MANUSEIO DO CELULAR ENQUANTO DIRIGE.


logo TURISMO PALMAS

Turismo

ENDEREÇO

Prefeitura de Palmas - PR
Avenida Clevelândia, 521 Caixa Postal 111
Tel: (46) 3263-7000
Horário de atendimento:
08:00 às 11:30
13:00 às 17:30

CNPJ

76.161.181/0001-08