A Associação dos Catadores de Palmas – ASCAP já está atuando na Unidade de Triagem de Recicláveis – UTR, localizada na área industrial do município.
A referida Unidade de Triagem conta com maquinário moderno, de fácil operação pelos associados, exigindo menor esforço nas atividades rotineiras. O maquinário corresponde a uma esteira elétrica, por onde o material passa para ser triado pelos associados, carrinhos com bags de ráfia, pelos quais os materiais separados são encaminhados para o setor de prensagem e enfardamento, uma prensa elétrica para realização dos processos de prensagem e enfardamento do material, assim como balança eletrônica, equipamento de movimentação de fardos e um elevador elétrico para fardos.
Também há um caminhão específico para coleta de materiais recicláveis, a disposição para coletas pontuais.
O barracão, locado pelo município para instalação da Unidade de Triagem, possui os requisitos de tamanho (área construída) exigidos para instalação do maquinário, bem como encontra-se em uma área mais adequada para receber este tipo de atividade (zoneamento municipal).
A intenção do Município é dar melhores condições de trabalho para os catadores de materiais recicláveis, com o apoio à legalização da atividade, com a criação da Associação, e a melhoria nas condições de trabalho dos mesmos, através da formalização de convênio para que possam usufruir dos recursos existentes na nova Unidade de Triagem de Recicláveis.
Além do material recebido do Estado, o Município investiu na aquisição de um contêiner, que serve como refeitório em área livre de odores ou contato com materiais recebidos pela Unidade de Triagem, visando maior conforto e higiene para os trabalhadores.
Neste curto período em funcionamento, aproximadamente 15 dias, a Associação já triou e encaminhou para reciclagem mais de 5.500 kg de materiais recicláveis, entre pepel, papelão, plásticos e metais.
Toda a coleta seletiva, realizada por empresa terceirizada no município, é encaminhada para a Unidade de Triagem, constituindo a renda destes associados.
Assim, frisa-se a importância do munícipe realizar a correta separação dos materiais recicláveis, acondicionando em recipientes ou sacos adequados, e retirando para coleta apenas na data em que o caminhão dos recicláveis passa pela sua rua. Cada um fazendo a sua parte, haverá ganhos para a população, com a limpeza de nossa cidade, ganhos para a parcela mais carente, que vive da comercialização de materiais recicláveis, bem como ganhos importantes para o meio ambiente, reduzindo a quantidade de material que vai para nosso Aterro Sanitário.


É importante frisar que a implantação desta Unidade de Triagem é fruto de convênio celebrado entre o Município de Palmas, o Provopar Estadual e o Instituto das Águas do Paraná (recentemente integrando o Instituto Água e Terra).
Além do investimento físico no local, o Município ainda presta o apoio técnico a Associação, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente e o apoio social, através da Secretaria de Assistência Social.