SAÚDE

Secretaria de Saúde promove capacitação de agentes

31/10/2019 | | Assessoria de Comunicação


Agentes comunitários de saúde, agentes da vigilância sanitária e membros do exército recebem capacitação para o combate a dengue 

Na tarde desta quinta-feira (31) na secretaria municipal de Saúde aconteceu mais uma capacitação para agentes comunitários de saúde, agentes da vigilância sanitária e membros do exército.  
O biólogo da 7° Regional de Saúde, Miguel Rotelok Neto, coordenou os trabalhos com os agentes. “Estamos em um período que irá começar a esquentar, ou seja, estamos iniciando um novo período epidêmico de dengue e agora em novembro será realizado a atividade do novo levantamento de índice, que é uma pesquisa mestral para saber como está a infestação da dengue no município” explicou o biólogo.
De acordo com o secretário de Saúde de Palmas, Flávio Posseti, estas capacitações são muito importantes e através destas parcerias com a 7° Regional de Saúde os profissionais da secretaria se preparam para prevenir o avanço da doença no município.
“São tomadas medidas preventivas de combate à dengue, capacitando profissionais para manejo clínico da doença agilizando atendimento, diagnóstico e tratamento. Mas é fundamental a participação da população na eliminação dos criadouros do mosquito transmissor da doença, o Aedes Aegypti, que se formam em locais e recipientes que acumulam água parada.
O secretario ainda lembrou que mais de 70% dos criadouros ainda estão nas residências e imóveis comerciais. “Necessitamos da mobilização de todos para o fim destes focos. O verão está aí e queremos que seja uma estação tranquila para todos os palmenses”, disse o secretário.
O período de maior transmissão no Paraná começou agora, a partir da primavera, e intensifica no verão. Dias quentes e úmidos favorecem a proliferação.
“Recomendamos à população uma vistoria nos quintais e a retirada dos recipientes que possam acumular água parada, como os pratos de vasos de planta, garrafas, pneus, sucatas e lixo, entre outros. Esta medida preventiva vale para o ano inteiro; são muitas pessoas infectadas e isso não precisava estar acontecendo, pois o cuidado principal vem da conscientização. O cuidado com o nosso quintal e nossa casa são fundamentais neste combate ao “Aedes aegypti” e deve ser feito diariamente”, explicou Susana Benin Amadori, chefe da divisão de Vigilância em Saúde.
De acordo com Sesa-Secretaria Estadual da Saúde o Paraná registrou 7.530 notificações para a dengue. O Boletim Epidemiológico da Dengue divulgado nesta terça-feira (29) pela Sesa mostra que mais um município entrou em situação de epidemia para a doença. Quinta do Sol, na região de Campo Mourão, registra 18 casos autóctones de dengue. Na mesma situação de epidemia estão Inajá, com 32 casos, e Santa Isabel do Ivaí, com 43.


logo TURISMO PALMAS

Turismo

ENDEREÇO

Prefeitura de Palmas - PR
Avenida Clevelândia, 521 Caixa Postal 111
Tel: (46) 3263-7000
Horário de atendimento:
08:00 às 11:30
13:00 às 17:30

CNPJ

76.161.181/0001-08