EDUCAÇÃO

Artigo sobre influencia de redes sociais é nota 10 no IFPR Palmas

06/12/2017 | | Assessoria de Comunicação


Foto: Arquivo Google

As redes sociais, produto das novas tecnologias, chegaram para valer e hoje influenciam todos os segmentos da sociedade. Seguindo esta linha de pensamento, as estudantes do segundo ano do curso de Letras do Instituto Federal do Paraná (IFPR Campus Palmas), Bárbara Bringhenti Domingues e Dhenifer Ferreira Farias, fizeram uma análise sobre o tema, em artigo acadêmico que ganhou nota 10 na disciplina de Didática.

"(...) até onde é benéfico a internet, no que vai ajudar nosso dia a dia, como professores, acadêmicos e alunos no ensino médio, quais objetos eletrônicos usar em sala, para chamar a atenção do meu educando, e quais posicionamentos nos professores deveram tomar mais sobre essas tecnologias que estão sendo utilizadas a todo momento", indagaram as autoras, na abertura do trabalho.

"Não podemos negar que a tecnologia cerca nosso cotidiano, mas seu uso frequente pode causar sérios problemas de saúde, físico e mental", alertam Bárbara e Dhenifer. "Para todos os fins de comunicação utilizamos esse meio fácil de interagir com as pessoas que nos cercam".

"(As redes sociais) Afeta diretamente nas relações interpessoais, em que a pessoa tem aptos de atenção, sem interagir com demais", analisam as autoras. A ideia de aprofundar os estudos sobre as redes sociais, surgiu de conversas no Departamento de Comunicação Social da Prefeitura, revela Bárbara Domingos, que atua como estagiária no setor.

A seguir a íntegra do artigo:

"REDES SOCIAIS E PRÁTICA EDUCATIVA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES DO USO EM SALA DE AULA

Bárbara Bringhenti Domingues
Dhenifer Ferreira Farias

RESUMO

Esse artigo é um assunto contemporâneo, “Redes Sociais e Prática Educativa”, partindo daquilo que vemos em nossa sociedade, juntamente com as pesquisas realizadas sobre o assunto na internet, tem como principal objetivo apresentar as mudanças causadas pelas redes sociais na sociedade e como podemos trazê-las para dentro da sala de aula. Bebendo das teorias de Marilda Aparecida Behrens, é formada em Pedagogia, autora dos livros Formação continuada de professores e prática pedagógica, (Champagnat, 1996), Educação: Caminhos e perspectivas (Champagnat, 1996) e Paradigma emergente e a prática pedagógica.

Destacaremos até onde é benéfico a internet, no que vai ajudar nosso dia a dia, como professores, acadêmicos e alunos no ensino médio, quais objetos eletrônicos usar em sala, para chamar a atenção do meu educando, e quais posicionamentos nos professores deveram tomar mais sobre essas tecnologias que estão sendo utilizadas a todo momento. A autora BEHRENS vai destacar os principais meios de comunicação como bate-papo, internet, redes sociais, correio eletrônico, entre outros, e como orientar seu educando a utilizar esse meio, fácil, prático que surgiu para agregar e ajudar no ensino médio e superior. Essa pesquisa vem por meio de ajudar os professores de ensino médio e graduações, que saibam agregar isso em material pedagógico, afim que seu aluno tenha a capacidade de desempenhar uma melhoria do seu desenvolvimento escolar e acadêmica.

“As redes sociais deram voz para as pessoas, é uma pena que nem sempre isso seja usado de uma forma benéfica”, de acordo com o Jornalista Ronildo Pimentel.

PALAVRAS-CHAVE: Redes Sociais. Educação. Mídia.

INTRODUÇÃO

O presente artigo tem como objetivo principal, mostrar os impactos das tecnologias em nossas vidas, além de apresentar metodologias de uso dos mesmos em sala de aula, sempre buscando em aprimorar e auxiliar o aluno para a melhor aquisição do conhecimento. Percebemos cada dia mais que as tecnologias vêm influenciando nossas vidas no cotidiano, tornando cada vez mais rápida e prática a comunicação e mais fácil a forma com que acessamos determinados conteúdos. Atualmente as redes sociais não se limitam mais a um modo de relacionamento, mas também servem como fonte de pesquisa e divulgação rápida de notícias, nos remetendo a interatividade e participação, um dos principais motivos para que possamos introduzir seu uso dentro da sala de aula.

No que tange os momentos em aula, a mídia social e a internet, passam a ser um forte aliado, um colaborador, que se baseia na interação e participação ativa de quem produz ou reproduz um conteúdo. Devido a grande demanda de interação e liberdade que existe nas redes, as pessoas tendem a utilizar cada vez mais o meio, já que ele possibilita que todos pesquisem ou publiquem o que pensam. Dessa forma, a elaboração deste artigo, permite que seja possível avaliar as mudanças que as tecnologias causam na sociedade e como o comportamento em salas de aula pode ser afetado com o uso das redes sociais, fazendo com que o enunciatário reflita sobre o assunto e entenda de qual maneira isso ocorre no próprio ambiente em que está inserido.

1. REDES SOCIAIS X SOCIEDADE

1.1 Problemas e limites do uso exagerado

Não podemos negar que a tecnologia cerca nosso cotidiano, mas seu uso frequente pode causar sérios problemas de saúde, físico e mental. Para todos os fins de comunicação utilizamos esse meio fácil de interagir com as pessoas que nos cercam. Afeta diretamente nas relações interpessoais, em que a pessoa tem aptos de atenção, sem interagir com demais. Mas isso pode interferir diretamente da escola? Sim, é muito, causando problemas de relacionamento com os colegas e professores, vivendo nesse mundo tecnológico que nos oferece varias possibilidades de dispersão, quando seu uso não é apropriado para aquela situação.

Segundo o autor José Manuel Moran, a televisão e outros meios de comunicação, utilizam a narrativa com várias linguagens superpostas, ao qual o ouvinte se acostuma, desde pequena, e isso acaba desvalorizando sua fala. Muitas vezes a pessoa não consegue se desligar desses aparelhos ficando por horas acordado, deixando o fadigado no outro dia, prejudicando diretamente seu raciocínio. Pode causar problemas de coluna ligada a sua postura de como utiliza o aparelho.

1.2 Potencialidade das Redes Sociais

Hoje não é trabalhamos mais com o ensino de memorização, de livros didáticos que o professor deveria acompanhar o ano todo e seguir apenas ele, tudo mudou o ensino nas escolas preparam seus alunos serem pensantes a reagir, e achar soluções para problematizações apresentadas. Tudo mudou e o giz e o quadro-negro também deixaram de serem presentes, e entraram com Datashow slides, para desenvolver algo mais inovador aos alunos.

Está presente como um fenômeno mundial as redes sócias, que grande parte da população adquiriu esse meio de comunicação, e de todas as idades. Em sala de aula podemos utilizar de um modo para abrir novos conhecimentos, fazendo delas uma seleção, organização e informações veiculadas, transformando assim tudo conhecimento e uma cultura de aprendizagem para expandir toda sala.

Nós como professores deveram estar sempre atentos, e tudo que o mercado oferece de novo, muitos dos textos expostos no facebook, como preconceito, desvalorização são sempre muito bem faladas, esse papel e fundamental, criamos problematizações para que o docente crie soluções, então tudo que é compartilhado de um modo de outro sempre vai chegar ate você, e fara que você compartilhe com demais pessoas.

“O conhecimento não é fragmentado, mas interdepende interligado, intersensorial. Conhecer significa compreender todas as dimensões da realidade, captar e expressar essa totalidade de forma cada vez mais ampla e integral. Conhecemos mais e melhor conectado, juntando, relacionando, acessando o nosso objeto de todos os pontos de vista, por todos os caminhos, integrando-os da forma mais rica possível” (Moran, 2012, p.18).

Incorporar as redes sócias nas práticas cotidianas é um processo que dever ser absorvido naturalmente, pois estamos em um universo muito tecnológico. Assim toda essa inovação demanda adaptação para o meio, já notadas nas escolas. Segundo o autor MORAN, a criança e o adolescente vão mostrar mais interesse em livros da internet do que em outros, pois sua fala e compreensão serão mais fácil do que qualquer outro, assim tornasse com mais afinidade esse tipo de edições, com uma fácil compressão e desenvoltura as crianças e adolescentes.

2. O USO DAS REDES SOCIAIS EM SALA DE AULA

O uso das tecnologias em sala de aula, por muito tempo foi desvalorizado, devido ao baixo uso que se tinha há alguns anos atrás, era desvalorizado, sem que sua real eficácia fosse vista no âmbito escolar. Analisar os possíveis usos das tecnologias faz com que nós percebemos tal método como um grande aliado no momento de fazer com que os alunos adquiram determinado conhecimento de forma leve e eficiente.

Atualmente, pode ser visto em cursos de nível superior o uso de tecnologias adequadas ao processo de aprendizagem, incorporado no ensino fundamental e médio, o uso vem atrelado ao professor, no momento de ministrar suas aulas. Esse novo método de ensino, está cada vez mais presente nas escolas públicas e privadas, uma vez que, o mesmo acaba sendo feito para imitar comportamentos universitários, com aulas expositivas e trabalho em grupos, usando apenas a orientação da internet.

No entanto, há questões subjacentes às expressões eficácia, eficiência, tecnologia, eu interessam seriamente ao processo de aprendizagem e que não podem ser desconsideradas, como por exemplo, a busca dos melhores recursos para que a aprendizagem realmente aconteça [...]

(Masetto, 2012,p.136).

Em nossas reflexões, percebemos que as tecnologias podem ser utilizadas de várias maneiras em sala de aula e a principal é na auxilio do processo de aprendizagem. As tecnologias podem auxiliar quando usadas adequadamente, assim, tornam mais lúdico o desenvolvimento educacional de nossos estudantes.

No que tange as Redes Sociais, vemos, como um instrumento colaborativo para o desenvolvimento do processo de aprendizagem. A tecnologia reveste-se de um valor relativo e dependente desse processo, porém, só com o uso da mesma, os problemas educacionais do Brasil não serão solucionados.

Segundo a autora Masetto, deve-se chamar a atenção para quatro elementos: o conceito mesmo de aprender, o papel do aluno, o papel do professor e o uso da tecnologia.

O conceito de aprender, nos mostra diretamente um sujeito, ou seja, o aprendiz, seu desenvolvimento próprio com outros colegas e sua busca por informações a fim de agregar o conhecimento proposto. Assim, os alunos, irão desenvolver competências pessoais e profissionais, atitudes éticas, políticas e sociais.

Quando se trata das reflexões sobre o papel do aluno, o mesmo deverá assumir uma posição ativa e participativa, não sendo mais passivo na busca pelo conhecimento, utilizando as tecnologias para buscar aprender e mudar seu comportamento na sociedade.

Quanto ao educador, ou seja, o professor existe a necessidade de relação com os alunos, para que se tenha um maior desenvolvimento do educando, sem receio de errar ou sanar suas dúvidas, envolvendo a tecnologia como fonte de pesquisa para aproximar o mestre do aluno.

“Confiar no aluno; acreditar que ele é capaz de assumir reponsabilidade pelo seu processo de aprendizagem junto conosco; assumir que o aluno, apesar da sua idade, é capaz de retribuir atitudes adultas de respeito, de diálogo, de responsabilidade, de arcar com as consequências de seus atos, de profissionalismo quando tratado como tal; desenvolver habilidades para trabalhar com tecnologias que em geral não dominamos [...]” (Masetto, 2012, p.142).

2.1 Mediações Pedagógicas e as novas tecnologias

Por mais facilidades, está se implantando as tecnologias em sala de aula, a partir do entendimento da informática, do computador, da internet, de hipermídia e de ferramentas que facilitam a educação a distância. Por se tratarem de algo desconhecido para muitos, a utilização das mesmas precisa de uma adequação aos objetivos e exigem a eficiência dos utilizadores.

Com a intenção de tornar sua aula mais diferenciada e lúdica, o professor começou a se utilizar de tecnologias, construindo suas aulas em Power point, Datashow, vídeo aulas e documentários, esquecendo-se do quadro-negro e o giz, facilitando seu conhecimento e enriquecendo suas aulas com matérias diferentes, chamando a atenção do alunos buscar mais informações sobre o assunto, usando um meio utilizado por muitos e que trás resultados satisfatórios a quem o procura.

“A constituição tecnológica dessa base de dados é realizada, por vezes, por um técnico em informática que, recebendo informações do professor, as disponibiliza no computador para uso e acesso direto dos alunos. Nessas circunstâncias, de algum modo o professor se sente substituído em seu papel de transmissor de conhecimento e fica se perguntando o que deverá fazer agora”. (Masetto,2012,p.153).

Vamos ver a seguir os meios de comunicação mais conhecidos, e com grande acesso dos internautas, vejamos:

O chat ou conhecido também como bate-papo – O bate-papo on-line usa como técnica de brainstorming, momento que todos os integrantes esta no ar, assim podem expressar o que quiser, como sentimento e convidar outras pessoas para conversar, utilizando também de emoticon, rostos animados para expressar suas reações de acordo com o dialogo que esta sendo desenvolvida. De acordo com a autora, ela cita que essas técnicas englobam vários participantes com uma velocidade que acontece às contribuições e surpreendente, é claro que essa técnica nunca poderá acontecer sozinha.

Outra forma muito utilizada não por alunos, mas também professores e todas as empresas como comunicação ágil e rápida de resolverem questões imediatas, é o correio eletrônico – Se ajustando a novas maneiras de aprendizagem e a interação dos entre aluno e professor para encaminhamento desse processo, o recurso do correio eletrônico apresentou-se muito forte, como a facilitação de contato entre o docente e educador, assim faz com as aulas sejam mais aproveitas e causar os encontros das aulas mais rica.

Internet - tem como disponibilidade um recurso dinâmico, atraente, atualizadíssimo, de fácil acesso, em que possibilita ilimitadas informações, entrando em grandes biografias do mundo inteiro apenas com click. Com ideias semelhantes com a da autora cita que é dever do professor ensinar seus alunos a utilizarem esse meio de consulta para pesquisas, orientar sites adequados e completem a sua busca e assunto desejado.

“ Todas essas técnicas, desenvolvimento da forma como aqui foram apresentadas, favorecem a autoaprendizagem e a interaprendizagem, tanto na situação educativa presencial como a distância. Nós as entendemos e as valorizamos numa perspectiva contracionista que pressupõe seu uso com uma característica de mediação pedagógica, incentivando a participação e o envolvimento do aprendiz [...]” (Masetto, 2012, p.163).

CONCLUSÃO

O principal objetivo deste trabalho foi contextualizar o uso e a influência que as redes sociais digitais exercem em indivíduos, principalmente dentro das salas de aula, em que foram discutidos os possíveis impactos positivos e negativos na sociedade e educação decorrentes dessa nova expressão da sociedade contemporânea, a partir de pesquisa realizada através do livro “Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica”.

As ferramentas de comunicação e informação representam um montante extremo em nossa sociedade, além de representar a evolução de um povo, representam também no âmbito educacional a maneira como se dão as atividades propostas, que podem se tornar mais interacionistas para os alunos, quando se é trazido o uso das novas tecnologias para dentro das salas de aula.

As novas tecnologias buscam cada vez mais adentrar o espaço escolar através das tecnologias de informação e de comunicação, nos dias atuais, é possível notar que as redes digitais, possibilitam que as pessoas criem novos espaços sociais de relacionamento.

As redes apresentadas pela internet estão sendo usadas para gerar novas maneiras de participação política, novas formas de entretenimento, novas formas de contato social, novas formas de ensino, etc., sendo que estas estratégias precisam ser cada vez mais discutidas em ambientes formais de ensino, uma vez que, diversos aspectos de nossa sociedade encontram-se diretamente ligados aos usos dessas ferramentas. Nesse sentido, a função mais pertinente para as tecnologias está na ascensão da comunicação e das inter-relações, que evoluem de forma contínua desde o início do uso das redes sociais, assim, impõem-se a necessidade de instrumentos adequados, para que o uso em sala de aula se torne cada vez mais eficiente.

REFERÊNCIAS

Moran, J. .M., Masetto, M. T. & Behrens, M. A.  (2000). Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica. Ed. Papirus."


logo TURISMO PALMAS

Turismo

ENDEREÇO

Prefeitura de Palmas - PR
Avenida Clevelândia, 521 Caixa Postal 111
Tel: (46) 3263-7000
Horário de atendimento:
08:00 às 11:30 e 13:00 às 17:30