Símbolos

Bandeira e Brasão

A Bandeira e o Escudo do Município de Palmas Paraná, foram oficialmente criados pela Lei nº 458 de 21 de maio de 1971.

O Projeto do desenho da Bandeira e do Escudo, foi criado por Monsenhor Jorge Antônio da Costa Guimarães, que contou com a participação do Sr. Dr. Josué Guimarães para elaboração dos motivos das referidas armas.

A Bandeira compõe-se de um quadrilátero, dividido por três faixas verticais do mesmo formato e dimensão, nas cores vermelha, branca e verde.

A cor verde, símbolo da esperança, representa as matas e os campos que são o sustentáculo deste município.

A cor branca, simboliza a paz, sobre a qual é assentado, o Escudo Municipal, lembra as geadas e neves, características peculiares, do inverno de nossa Terra.

A cor vermelha, representa a Fé, figura da Bandeira, associando ao Manto do Senhor Bom Jesus da Coluna dos Campos de Palmas. Recorda a Fé que acompanhou os primeiros Bandeirantes, sob esta proteção, se desenvolveu e evoluiu material e espiritualmente toda vasta região, compreendida, entre os rios Iguaçu e Uruguai.

O Escudo ou Brasão em formato clássico e encimado por um mural. Apresenta na sua composição material, que reúne, dados históricos e condições naturais, distinguindo-se o Município dos demais, e trazendo ao centro como base e sustentáculo uma coluna “fac símile” da implantada em frente ao Palácio Episcopal, lembrando a coluna do Senhor Bom Jesus dos Campos naturais, tendo ao lado esquerdo um bovino, símbolo da pecuária, atividade pioneira e básica na região, de outro lado, dois pinheiros, lembrando as matas que deram origem ao desenvolvimento industrial, colocando o Município de Palmas como um dos primeiros produtores de madeira do sul do Brasil. De um lado e do outro do Escudo, um ramo erva-mate (ilex paraguaiense) e uma Palma.

O primeiro por constituir uma das fontes de riqueza, e o segundo, por ser uma planta nativa, que deu origem ao nome do Município. O mural com torres simboliza as tradições centenárias. O campo do Escudo é nas cores verde e amarela.

Hino

A Lei nº 1007 de 09 de agosto de 1991, oficializa como Símbolo Municipal, a Letra e Música do Hino de Palmas - Pr.

Da composição da letra do Hino

1) O Poema foi composto em cinco estrofes de quatro versos cada, sendo uma o refrão ou estribilho.

2) O tema das estrofes obedece a seguinte seqüência:

1ª Estrofe: enaltece a natureza palmense. Refrão: é uma exaltação à Palmas.

2ª Estrofe: apresenta-se uma síntese histórica

3ª Estrofe: explora as riquezas do presente

4ª Estrofe: reflete os anseios e o espírito valoroso do povo palmense.

3) A composição obedece à cadência melódica da musica oficial, apresentando as estrofes em decassílabos heróicos e no refrão eneassílabos.

4) As rimas de todas as estrofes são alternadas (A B A B).


HINO DE PALMAS


Símbolo do Município, criado em 09 de agosto de 1991.

Música: Irmão Sabino L. Conte (Marista)

Letra: Dayse de Almeida Serpa

Lucy Salete Bortolini Nazaro

Luiza J. Varaschin Lustosa

Theresinha Acco


Salve Palmas, torrão de pinheirais

Campos verdes, cenários de beleza

Ventos frios embalam butiazais

Exaltando o Escultor da natureza


Estrib.:

Palmas, Palmas, queremos saudar-te

Centenária cidade de luz

A coluna de Fé a guiar-te

Terra mãe que a nós todos seduz


Pioneirismo alicerça nossa história

Bandeirantes, trabalho, terra e lida

Muitas tropas forjaram verdes glorias

Tradição que se guarda e se cultiva


Solo fértil gerando fartos dons

Invernados em matas e capões

Em pomares, espalham fortes tons

No saber, iluminam vocações


O palmense é coragem e esperança

Respeitando a pioneira tradição

Desenvolve aguerrida esta pujança

Nobre terra portal da Região


logo TURISMO PALMAS

ENDEREÇO

Prefeitura de Palmas - PR
Avenida Clevelândia, 521 Caixa Postal 111
Tel: (46) 3263-7000
Horário de atendimento:
08:00 às 11:30 e 13:00 às 17:30